12 de novembro de 2009

PARABÉNS DIRETORES DE ESCOLA!

Quer adquirir meus novos livros?
Clique aqui http://www.sinopsedolivro.com/2009/11/cais-verso-e-prosa.html

Hoje é dia do Diretor (a) de escola, hoje é o seu dia e é através dessa mensagem, quero lhe agradecer.

Para nossa Querida Diretora Marita Lopes, em especial para Letícia Duarte e todos (os) (as)demais!

Quero que saiba que sua ajuda me foi de grande valia.
E quero que saiba que pessoas tão especiais como você estão sempre prontas para fortalecer o aprendizado, a cultura.

Eu procuro olhar dentro dos corações das pessoas, porque sabemos que é de lá que extraímos o que temos de melhor.

Obrigado por sua atenção e pelo carinho dedicado.
Tudo o que fazemos pensando em ajudar ao próximo, pela própria lei da natureza, nos é devolvido em dobro.

Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.

Que o Universo te cubra de bênçãos e seja sempre muito feliz.

Muito obrigado!
Parabéns pelo seu dia!!

Autor: (Desconhecido)


SEMANA DA BIBLIOTECA E DIA NACIONAL DO LIVRO



Na semana da biblioteca realizamos diversas atividades. Entre elas, a confecção de 7 livros ilustrados artesanalmente. Os mesmos apresentam poemas, letras de um hino, frases e desenhos com muita dedicação dos alunos. A capa de cada um deles, foi obra do (a) professor (a) de cada turma. Os poemas, frases, letras do hino da semana da biblioteca e os desenhos, são concorrentes aos prêmios (diversos) de 1º, 2, e 3º lugares em cada categoria.
Categoria I :Pré-escolar e 1º ano - desenhos.
Categoria II :2º ano e 3º ano - frases ilustradas.
Categoria III :4º ano e 4ª série - poemas ilustrados.
Categoria IV :5ª à 8ª série - letra do hino da biblioteca ilustrado.
No evento que dará a premiação, será lançado o livro em Prosa e Verso CAIS da Profª Fátima e Percursos do qual ela também é participante.


Dia Nacional do Livro
CONCURSO ESTUDANTIL NA PASTOR FAULHABER

Serão aqui colocadas as informações sobre as diversas atividades da nossa escola. Vou também apresentar os poemas, os desenhos e imagens feitos pelos alunos e que servirão para despertar o interesse pelos livros. Os alunos podem entregar os trabalhos até nexta 4ª feira, dia 25/11/09.Os textos aparecerão neste blog! Se também te interessas pelo mundo fascinante da leitura e da escrita, acompanhe... nos...Siga nosso blg.

Regulamento

1. Podem concorrer os alunos do Pré - escolar à 8ª série.

2. Dados que identificam o aluno(nome,idade e escola), as frases deverão ser ilustradas.

3. Os representantes da escola escolherão as frases mais originais e que melhor correspondam ao objetivo proposto.
4. Todos os alunos selecionados receberão livros como prêmio.

CAIXA MÁGICA DE SURPRESA

Um livro
é uma beleza,
é caixa mágica
só de surpresa.


Um livro
parece mudo,
mas nele a gente
descobre tudo.


Um livro
tem asas
longas e leves
que, de repente,
levam a gente
longe, longe.


Um livro
é parque de diversões
cheio de sonhos coloridos,
cheio de doces sortidos,
cheio de luzes e balões.


Um livro
é uma floresta
com folhas e flores
e bicos e cores.

É mesmo uma festa,
um baú de feiticeiro,
um navio pirata do mar,
um foguete perdido no ar,
é amigo e companheiro.

Elias José
Abaixo seguem as participações:
Concurso "Hino da Semana da Biblioteca".
(ainga não divulgando o resultado)

Já estão sendo selecionados os trabalhos vencedores da edição do concurso "Melhor hino da Semana da Biblioteca", promovido pela Biblioteca da escola.
..............
Categoria - Frase ilustradas:
Livros - da autoria de Luana Ramalho, do 4ºano - Vespertino.
"Através dos livros, viajo plo mundo da imaginação" Uma das vencedoras

Parabéns aos participantes(muitos e bons)!

209 alunos participaram no concurso promovido para comemorar a Semana da Biblioteca.

Todos os participantes estão de parabéns, mas não podíamos deixar de mostrar os trabalhos mais elaborados!

Alguns AUTORES preferidos de nossos alunos:

Carlos Drummond de Andrade
Cecília Meireles
Elias José
Ferreira Gullar
Henriqueta Lisboa
Hugo Ribeiro de Almeida
José Paulo Paes
Mário Quintana
Olavo Bilac
Pedro Bandeira
Roseana Murray
Ruth Rocha
Sidónio Muralha
Sylvia Orthof
Vinicius de Moraes
.......................
RECADO AOS ALUNOS LEITORES!

AINDA PODEM EMPRESTAR OS LIVROS QUE MAIS GOSTAM!
SE OS LIVROS ESTIVEREM EMPRESTADOS PODEM PEDIR A SUA RESERVA.

PARA QUE TODOS TENHAM OPORTUNIDADE DE LER OS SEUS LIVROS PREFERIDOS, ESTES DEVEM VOLTAR À BIBLIOTECA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. PEÇO QUE CUMPRAM OS PRAZOS DE DEVOLUÇÃO ESTIPULADOS DE ACORDO COM AS NORMAS!
ATÉ O DIA 20 DE NOVEMBRO, TODOS OS LIVROS EMPRESTADOS DEVEM SER DEVOLVIDOS.
SEMANA DE 16 À 20 DE NOVEMBRO SERÁ A SEMANA DO PERDÃO.nÃO HAVERÁ MULTA. APÓS ESTE DIA, SERÁ COBRADA A TAXA DE R$ 0,25 AO DIA.OK?

BOA LEITURA!

Receita de inventar presentes

Colher braçadas de flores
bambus folhas e ventos
e as sete cores do arco-íris
quando pousam no horizonte
Juntar tudo por um instante
num caldeirão de magia
e então inventar um pássaro louco
um novo passo de dança
uma caixa de poesia.

Roseana Murray
..............
Sugestão: Deixe opiniões sobre os livros que lerem. Podem fazê-lo na biblioteca ou enviando um mail para biblioteca.princesaisabel@yahoo.com.br

Teremos todo o prazer em publicá-las!
O dia 29 de outubro foi escolhido como Dia Nacional do Livro em homenagem à fundação da Biblioteca Nacional, que ocorreu em 1810. Só a partir de 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia, o movimento editorial começou no Brasil. O primeiro livro publicado aqui foi "Marília de Dirceu", de Tomás Antônio Gonzaga, mas nessa época, a imprensa sofria a censura do Imperador. Só na década de 1930 houve um crescimento editorial, após a fundação da Companhia Editora Nacional pelo escritor Monteiro Lobato, em outubro de 1925.

Origem do Livro

Os textos impressos mais antigos foram orações budistas feitas no Japão por volta do ano 770. Mas desde o século II, a China já sabia fabricar papel, tinta e imprimir usando mármore entalhado. Foi então, na China, que apareceu o primeiro livro, no ano de 868.

Na Idade Média, livros feitos à mão eram produzidos por monges que usavam tinta e bico de pena para copiar os textos religiosos em latim. Um pequeno livro levava meses para ficar pronto, e os monges trabalhavam em um local chamado "Scriptorium".

Quem foi Gutenberg?

O ourives culto e curioso Johannes Gutenberg (1398-1468) nasceu em Mainz, na Alemanha e, é considerado o criador da imprensa em série.
Ele criou a prensa tipográfica, onde colocava letras que eram cunhadas em madeira e presas em fôrmas para compor uma página. Essa tecnologia sobreviveu até o século XIX com poucas mudanças.

Por volta de 1456, foi publicado o primeiro livro impresso em série: a Bíblia de 42 linhas. Conhecida como "Bíblia de Gutenberg", a obra tinha 642 páginas e 200 exemplares, dos quais existem apenas 48 espalhados pelo mundo hoje em dia. A invenção de Gutenberg marcou a passagem do Mundo Medieval para a Idade Moderna: era de divulgação do conhecimento.

A Importância do Livro

O livro é um meio de comunicação importante no processo de transformação do indivíduo. Ao ler um livro, evoluímos e desenvolvemos a nossa capacidade crítica e criativa. É importante para as crianças ter o hábito da leitura porque com ela, se aprimora a linguagem e a comunicação com o mundo. O livro atrai a criança pela curiosidade, pelo formato, pelo manuseio e pela emoção das histórias. Comparado a outros meios de comunicação, com o livro é possível escolher entre uma história do passado, do presente ou da fantasia. Além disso, podemos ler o que quisermos, quando, onde e no ritmo que escolhermos.

Livros

por Adelaide Love
Os livros, penso que são
Como portas encantadas,
Que levam a lindas terras,
Onde moram anões e fadas.

Lugares longe e tão belos
Aonde eu não podia ir,
Mas, agora, com esta porta,
É só ter cuidado e... abrir.

Datas Comemorativas do Livro

JANEIRO
05 - Criação da Primeira Tipografia no Brasil
07 - Dia do Leitor

FEVEREIRO
07 - Dia do Gráfico
27 - Dia Nacional do Livro Didático

MARÇO
12 - Dia do Bibliotecário
14 - Dia do Vendedor de Livros
14 - Dia Nacional da Poesia
19 - Dia do Livro
28 - Dia do Diagramador e do Revisor

ABRIL
02 - Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil - (Hans Cristian, Dinamarca, 1805 - pioneiro literatura infanto-juvenil)
04 - Dia do Livreiro Católico
18 - Dia Nacional do Livro Infantil - (Nascimento Monteiro Lobato, 1882)
23 - Dia Mundial do Livro e do Direito Autoral

MAIO
01 - Dia da Literatura Brasileira
13 - Dia da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro
21 - Dia da Língua Nacional

JUNHO
10 - Dia da Língua Portuguesa

JULHO
25 - Dia do Escritor

SETEMBRO
02 - Dia Internacional do Livro Infantil
08 - Dia Internacional da Alfabetização
30 - Dia Mundial do Tradutor

OUTUBRO
04 - Dia do Poeta
29 - Dia Nacional do Livro

NOVEMBRO
05 - Dia Nacional da Cultura 15 - Dia Nacional da Alfabetização
23 - Dia Internacional do Livro



“O livro é lido para eternizar a memória.”
(Jorge Luis Borges)
................................
PARA SABER MAIS!
Lauda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lauda é cada um dos lados de uma folha.

Para trabalhos acadêmicos, as medidas padrões para a formatação de uma lauda em geral são:

Margem superior: 3,0 cm
Margem inferior: 2,0 cm
Margem direita: 2,0 cm
Margem esquerda: 3,0 cm
Citações: 1 cm (justificando à direita com fonte 10)
Entre linhas (espaço): 1,5 cm
Fonte: 12
Tipo: Times New Roman ou Arial
Formato de papel: A4
No caso de trabalhos de conclusão de cursos, as medidas padrão para a formatação de uma lauda são:

Margem superior: 2,5 cm
Margem inferior: 2,5 cm
Margem direita: 2,5 cm
Margem esquerda: 3,0 cm
Citações: 1 cm (justificando à direita em itálico com Fonte 10)
Entre linhas (espaço): 1,5 cm
Fonte: 12
Tipo: Times New Roman (Fonte serifada)
Formato de papel: A4
Já na televisão, as medidas padrões para a formatação de uma lauda são:

Margem superior: 2,5 cm
Margem inferior: 2,5 cm
Margem direita: 3,0 cm
Margem esquerda: 3,0 cm
Fonte: 12
Tipo: Times New Roman (fonte serifada)
Formato de papel: Carta
Para tradução, a configuração da lauda deve ser depende do tipo de tradução. Na tradução literária há 30 linhas com até 70 toques (ou caracteres), resultando em 2.100 toques. Na tradução juramentada, há 30 linhas com até 75 toques, resultando em 2.250 toques.

Referências
Maria Francisca Canovas de Moura (2005). Anexos. Página visitada em 13 de dezembro de 2008.
.................................................

Biblioteca: Download

Títulos disponíveis para download

As obras listadas abaixo podem ser obtidas mediante download do arquivo.

Alguns documentos aqui disponibilizados estão no formato Adobe (extensão PDF). Se você ainda não tiver o Adobe Acrobat Reader instalado em seu computador, clique aqui.

Letramentos no Ensino Médio
O livro “Letramentos no Ensino Médio” pretende abrir um diálogo com professores sobre as práticas de escrita e leitura dos jovens, dentro e fora da escola. Escrito por Ana Paula Corti, Ana Lúcia Souza e Márcia Mendonça, educadoras que trabalham com jovens em projetos da Ação Educativa, o livro compartilha experiências e sugestões, trazendo falas e relatos de estudantes e professores da rede púbica. O objetivo principal é auxiliar professores e educadores das várias disciplinas do Ensino Médio a apoiar o processo de letramento dos adolescentes. Solicitar na Ação Educativa: (11) 3151-2333
Cartilha - Direito Humano à Educação

Plataforma Dhesca Brasil e Ação Educativa, após anos de parceria, sentiram a necessidade de ter um documento comum, de ampla divulgação e fácil acesso, que sistematize seus conhecimentos e aponte caminhos para que os direitos humanos sejam realmente agregados às dimensões físicas e concretas da vida de todos.
Coordenação Editorial: Denise Carreira, Lígia Cardieri e Salomão Ximenes
Autores: Ester Rizzi, Marina Gonzalez e Salomão Ximenes
Revisão: Denise Carreira, Laura Bregenski Schühli, Ligia Cardieri e Suelaine Carneiro.

Clique para baixar.


Em Questão 6: Ensino Médio no Brasil

Autora: Nora Rut Krawczyk - Professora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas

Coordenação editorial: Mariângela Graciano

Menos que pela permanente tensão sobre o sentido do ensino médio – preparação para o ingresso no ensino superior, para o mercado de trabalho ou para o exercício da cidadania –, o debate atual é impulsionado pela queda nas matrículas; ausência de professores especialistas, sobretudo química, física e biologia; desempenho insatisfatório dos estudantes nos exames, notadamente o Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM); além da recente discussão sobre sua obrigatoriedade. Espera-se que esta contribuição possa alimentar e provocar as reflexões dos educadores do ensino médio e de outros que, mesmo não estando envolvidos diretamente com essa etapa do ensino, ainda assim estão preocupados com o presente e o futuro de nossos jovens.

Clique para baixar.


Que ensino médio queremos?

Relatório final do projeto Jovens Agentes pelo Direito à Educação - Jade
O projeto teve como objetivo a elaboração de diretrizes para políticas públicas de educação em escolas de ensino médio a partir de processos de diálogo entre estudantes e seus familiares, professores de escolas públicas, diretores, funcionários, integrantes da comunidade, agentes governamentais e da sociedade civil.

Clique para baixar.


Jovens e trabalho no Brasil: desigualdades e desafios para as políticas públicas
Quais as diferentes formas dos jovens combinarem estudo e trabalho? Esse foi o mote do livro “Jovens e Trabalho no Brasil - desigualdade e desafios para as políticas públicas”, de Maria Carla Corrochano, Maria Inês Caetano Ferreira, Maria Virgínia Freitas e Raquel Sousa. A publicação é baseada na análise de dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio) de 2006, numa parceria entre a Ação Educativa e o Instituto ibi, com o apoio técnico do DIEESE.
Em Questão 4: O Plano de Desenvolvimento da Educação

Clique para baixar.


Em março de 2007 o MEC divulgou as linhas gerais do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Em meio às inúmeras informações, opiniões e interpretações colocadas na cena pública, a Ação Educativa considerou a necessidade de elucidar e qualificar o debate, sem torná-lo unilateral, dada a sua dimensão e importância e realizou um seminário em junho, em parceria com o CENPEC, que reuniu mais de 200 pessoas de 35 cidades de 7 estados. Pautada naquele evento, esta publicação traz alguns dos aspectos e polêmicas debatidos na ocasião por pesquisadores, ativistas e gestores públicos, que se dispuseram a discutir e refletir sobre o PDE.

Clique para baixar.

Igualdades e Diversidades: Promoção de Igualdade Racial nas Políticas Públicas – uma experiência em Santo André (SP)
A publicação resulta de formação desenvolvida pelo Programa de Educação de Jovens e Adultos junto a funcionários da Prefeitura de Santo André sobre a Eqüidade Racial nas políticas públicas. A iniciativa é uma linha de continuidade de outros programas e ações desenvolvidos por aquela administração municipal, com vistas à promoção da eqüidade racial e de gênero e a qualificar o atendimento da população pelos serviços de saúde locais.
Juventude e adolescência no Brasil: referências conceituais
Este caderno, produzido a partir de questões levantadas no GT Cidadania dos Adolescentes, é uma contribuição ao desafio de construir um marco conceitual sobre adolescência e juventude que favoreça a construção de políticas que melhor atendam às suas expectativas. Para contribuir com esse desafio, convidamos Helena Abramo e Oscar Dávila León a escreverem sobre o tema, submetemos a primeira versão do texto à apreciação de seis pareceristas e, a partir daí, os autores prepararam os textos aqui apresentados. Ao publicar este caderno, a Ação Educativa espera contribuir para fomentar o debate em torno das concepções de juventude e de adolescência que vêm orientando os diversos atores e sua articulação com as políticas.
Clique para baixar

Em questão 3 - Educação e exclusão no Brasil
Clique para baixar
A educação, tanto no senso comum como entre os especialistas, é considerada um dos fatores mais importantes para a mudança do padrão de desigualdade que marca a sociedade brasileira, bem como para seu desenvolvimento. Se é verdade que a oferta pública da educação do Brasil ao longo do século passado cresceu consideravelmente, é também certo que ainda não conseguiu atingir um patamar de qualidade, reproduzindo dessa forma padrões de desigualdades e iniqüidades. Esta publicação tem como objetivo central mostrar como a exclusão e as desigualdades socioeconômicas causam impacto na oferta educacional. Por outro lado, o trabalho almeja, também, indicar os fatores relacionados à oferta educacional que contribuem para a reprodução destas desigualdades.
A educação básica no Governo Lula - um primeiro balanço
Clique para baixar
A presente publicação propõe uma análise do conjunto das políticas de Educação Básica implementadas durante a primeira gestão do governo Lula, particularmente em três anos e meio. A proposta é realizar uma análise a partir de dois referenciais: 1. O Programa de Governo do PT, apresentado durante a campanha de 2002, buscando avaliar sua coerência programática e sua capacidade de sustentar os compromissos assumidos; 2. O Plano Nacional de Educação, o qual deveria balizar o horizonte das políticas públicas, uma vez que se configura em um Plano de Estado com metas até 2011.
Faça o mesmo com os demais, é só acessar e baixar. Ok?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário

POSTAGENS

Digite o assunto da sua pesquisa

Siga nosso blog!

Alguns dos blogs que sigo

CLIC RBS

clicRBS

Últimas notícias

Carregando...

Postagens mais acessadas

Você é muito especial!

Ocorreu um erro neste gadget

Mapa do local

ALFABETO DO TANGRAM