1 de outubro de 2009

PROJETO OS AVÓS CONTADORES DE HISTÓRIAS


PREZADOS LEITORES!

O projeto abaixo está registrado em minha Monografia e demais publicações de minha autoria, mas em centenas de sites podemos encontrar atividades parecidas e com resultados lindos!O meu já existe há 11 anos, iniciei com minha 4ª série em 1998.Só não conseguimos editar o livro ainda por falta de recursos. Muitos projetos parecidos existem, inclusive premiados.Quem já trabalhou este conteúdo, sabe que é maravihoso. Li muito para aprender com as trocas de relatos de outros professores. A diferença está em citar o nome ou fonte que nos inspirou ou que nos deu suporte para desenvolver algo relevante.

Os alunos são contadores de história e o que mais que está surpreendendo é principalmente o fato de criarem fantasias para cada história.
Eles apresentam músicas,trava-linguas, cantigas de roda e brincadeiras infantis entre as histórias.

Aqui a aluna Bruna da profª Fernanda do 4º ano.

Tudo o que fazemos já foi feito ou será realizado um dia. Por isso a importância de respeitar as autorias. Trata-se de respeitar quem já tem algo publicado e que nos serve de exemplo. Se voce prezado leitor, desenvolver algo parecido, crie um título e mãos à obra! Construa seu projeto. Você vai se emocionar com as histórias deles. Se alguém tiver interesse em desenvolver o projeto, comunique-se por e-mail, contando como foi. Obrigada!

Sugestão:
1- Crie um ambiente de idéias e elabore um tema com seus alunos.
2- Convide os avós para serem seus colaboradores na escola.
3- Realize atividades e com certeza fará sucesso com seus alunos.
Bons projetos!


INTRODUÇÃO

Acreditando que a atuação pedagógica assume função transformadora na formação de cidadãos conscientes, decidi elaborar um projeto que resgatasse o valor histórico-cultural das famílias de meus alunos.
Viver em grupo para uma criança, significa socializar-se, descobrir um novo meio de interagir no mundo; para o adolescente é afirmar sua individualidade; para o adulto é, entre outras coisas, a possibilidade de ver continuada a vida social, vivenciando através das novas gerações certas experiências que não poderiam ser compreendidas de outra forma, ou seja a aquisição e compreensão de uma herança cultural.


PROJETO TRANSDISCIPLINAR
OS AVÓS CONTADORES DE HISTÓRIAS
RODA DA CONVERSA, HORA DO CONTO, PALESTRAS, ARTES CÊNICAS, JOGOS, ENTREVISTAS, RELATOS, LEITURAS, REPORTAGENS, RELEITURAS.


OBJETIVOS
Desenvolver :
a expressão verbal e gestual;
espírito de grupo;
domínio da agressividade;
a capacidade de imaginação, percepção, observação e reflexão;
a atenção e memorização;

Oportunizar :
o trabalho do corpo;
organização de idéias e pensamentos;
o exercício da imaginação e do espírito criador;
a auto-expressão

Resgatar :
a história das famílias dos alunos;
valores e princípios éticos;
a cidadania;
a cultura dos antepassados;
a auto-estima;
os fatos relevantes da vida de cada família;
o respeito para com os idosos;
o encanto e a magia ao ouvir histórias;
a valorização da vida;
o prazer de ler.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
Reunião
Entrevistas
Hora do conto
Exposição de objetos antigos
Exposição de brinquedos preferidos
Relato de experiências
Teatro
Linha de tempo
Caça-autores
Acrósticos literários
Produção de textos
Modernização de histórias
Cruzadinha encantada
Ordenar histórias
Fábulas em grupo
Puxa-palavras
Predição de histórias
Cantos
Agradecimentos
Coquetel


SUGESTÕES DE ATIVIDADES

ATELIER DE MÍMICA
ATELIER DE TEATRO DE FANTOCHE COM BALÕES
ATELIER DE RÁDIONOVELA
ATELIER DE TEATRO DE MÁSCARAS
ATELIER DE TEATRO DE SOMBRAS
ATELIER DE TEATRO DE DRAMATIZAÇÃO
ATELIER DE JORNAL FALADO

EDUCAÇÃO - LUDICIDADE
A atividade lúdica é indispensável à prática educativa, uma vez que a sua função, é transformar e libertar. A cada dia que passa, a educação lúdica vai se incorporando aos meios de atuação, ampliando os movimentos, as relações e mediando as reflexões do ser humano.


O JOGO E SUA UTILIDADE NA VIDA
“O jogo faz o ambiente natural da criança, ao passo que as referências abstratas e remotas não correspondem ao interesse da criança”. (Dewey)
Na infância o lúdico é um fenômeno preponderante que vai desaparecendo à medida que a criança vai crescendo.


RELATO DE ATIVIDADE PEDAGÓGICA

Ao iniciarmos o projeto, levei em consideração o resgate histórico das histórias das famílias dos alunos, uma vez que conhecendo a realidade deles , conseguiria atingir meus objetivos. Procurei aproximar-me das histórias que as crianças contavam em sala, passando então a registrar os dados obtidos, e em seguida construímos uma linha de tempo, em papel pardo, onde registramos a história de cada um.
Trouxemos para a sala fotos de familiares, álbuns de bebês, identificando assim cada uma das pessoas, desde o nascimento até a velhice.
Estudamos a certidão de nascimento, cada um fez a sua árvore genealógica
e apesar da pouca idade, fizeram um retrospectiva de suas vidas, do nascimento até os dias de hoje. Cada um contou a história da sua vida, através de recorte e colagem.
Foi possível tomar como ponto de partida as datas mais importantes para a classe e a partir de uma escala pré – estabelecida utilizando papel pardo para a confecção da mesma, exposta na parede da sala e na parede do corredor da escola.
Fizemos a identificação destas datas, com a informação do fato acontecido. Foi interessante colocar, além da data e o fato, pessoa(s) ou tipo de grupo social envolvido. Uma avó recitou vários poemas, afirmando que havia escrito 2.000 poemas em toda a sua vida. Esta avó nos presenteou com 2 poemas. Ela chorou muito, disse que sabia o motivo do choro, então a avó sorriu e me pediu que falasse.
A professora falou que havia sentido a mesma necessidade de chorar de emoção, por achar que nunca alguém iria valorizar seus poemas.
Mas que ela havia tomado coragem, e seguiu em frente até realizar o sonho de escrever seu primeiro livro.

Então a avó agradeceu por tanto carinho, pois agora ela estava certa de que não mais estava sozinha. O período de elaboração e aplicação do projeto foi de 3 meses. Os avós ficaram surpresos, pois seus netos começaram a visitá-los e aqueles que moravam longe, os telefonemas eram a solução. As crianças passaram a ter mais contato com seus avós através das tarefas que envolviam toda a família.
Os avós ficaram felizes, pois a aprendizagem dos netos passou a ser mais significante. Certas crianças com histórias de fracasso escolar, passaram a manifestar interesse em ler e escrever os relatos dos avós. Ao perguntar sobre a brincadeira preferida, como era a primeira professora, até mesmo em quem votou pela primeira vez para presidente, ou algum fato importante de suas vidas.
A colaboração de bisavós e avós paternos e maternos, não serviu apenas para resgatar a história brasileira, ou para desenvolver conteúdos, como em outros momentos. Esta análise me levou a entender ainda mais a importância da assistência individual que se deve prestar aos alunos , para compreender a história de vida de cada um deles.


Foi uma atividade que permitiu aos meus alunos a compreensão da noção de tempo. A capacidade de percepção, tanto do espaço como do tempo
A linha de tempo, considerou estas condições que demostraram no dia-a-dia das pessoas da localidade, da escola e da família a sucessão do tempo. Entrevistamos atores de teatro, fomos ao teatro assistir à peças infantis, para enriquecer nossas aulas. “Foi importante demais conscientizar os alunos, de que eles também irão viver estas etapas em suas vidas, sabendo conscientizar seus filhos para melhor aceitá-los quando isso acontecer”.


ENTREVISTANDO OS AVÓS: Aluna Sabrina Hammes (Foto autorizada pela mãe da aluna - Eu mesma) Ela entrevistou meu pai.



VOVÔ JOVINO

1- Quando você nasceu?
Nasci no dia 05 de outubro de 1926.

2- A sua infância foi feliz?
Minha infância foi tranqüila, meu pai era colono e eu o ajudava nas plantações.
3- Qual era a sua brincadeira preferida?
Brincar muito com pião, com os animais , subir em árvores.

4- Você estudou até que série?
4a série

5- Como era a sua família?
Sou membro de uma família de 4 irmãos, três homens e uma mulher sendo que esta foi adotada por meus pais, que não tiveram filha menina. Tínhamos animais de montaria, gado, cabras, carneiros, aves e suínos. Tive uma queda da cama, que me levou ao chão, sofri bastante já aos dois meses. Meus irmãos ainda possuem animais de montaria, mas eu optei pelo funcionalismo público, trabalhando desde os 22 anos como Agente de Portaria no D.N.E.R., vindo me aposentar no tempo previsto por lei.

6- Você lembra que tipo de roupa usavam naquela época?
As moças faziam roupas de sacas de trigo,(algodão) para trabalhar na lavoura, por serem leves, e usavam chapéus, para se proteger do sol. Mas para passeio, havia roupas bonitas, como ternos em risca de giz para os rapazes, e vestidos de seda para as moças.

7- Como foi a sua juventude?
Eu era muito faceiro, nunca saía de casa sem olhar no espelho várias vezes. Minha mãe cuidava muito de nossa roupa. Usava gel no cabelo, (brilhantina) para impressionar as moças.

8- Como era o namoro?
Era às escondidas, pois se os pais descobrissem, teria que casar, mesmo sem se gostar muito. Eu e a avó da Sabrina elegemos uma árvore muito linda, com uma abertura no tronco, onde escondíamos nossas correspondências. Eu vinha à cavalo e guardava minha carta e levava a de minha namorada. Ela fazia o mesmo. Por um bom tempo continuou assim. Até que um dia sua irmã Julinha teve que levar a carta por ela, mas ao invés disso ela entregou para a sua mãe. Aí todos ficaram sabendo, e o namoro se transformou em casamento.

9- O que você mais gostava de fazer?
Dançar, pois havia muitos tipos de dança, por exemplo a ratoeira, a moda do lenço, onde a moça era quem escolhia o par.

10- Quantos filhos você tem?
Tive 11 filhos ao todo. 8 meninos e 3 meninas. 3 meninos morreram com menos de 5 anos, 1 aos 8 meses de gestação, e o último com 25 anos, em 1997.
Tenho 3 filhos homens, casados.
As meninas, hoje são 3 mulheres casadas, competentes e felizes, uma delas é a Professora Fátima, que adora vocês, e ama o que faz.
11- E quantos netos?
Tenho 14 netos, sendo 9 meninas e 5 meninos.


12- Relate algum momento triste:
_ Foram muitas perdas: Minha esposa Aládia em 1989, 5 filhos homens, sendo que o último já estava com 25 anos. (97). E agora em setembro, perdi minha casa e tudo o que havia nela num incêndio. Mas conseguirei vencer este obstáculo.
12- E os momentos bons?
Também são muitos. O nascimento de meus filhos, vê-los vencerem na vida . Eu sempre tive trabalho, amigos, fui candidato a vereador, presidente de A.P.P.S., de paróquia, de Clube, e hoje estou aposentado, viajo muito, e sou feliz. Em 92 casei-me outra vez com a Tereza, uma pessoa calma que vive muito bem comigo. Já construí outra casa, e viverei novamente tranqüilo .


10- Deixe uma mensagem para nós.
“O Senhor é teu pastor, nada te faltará, segura nas mãos de Deus e vai”.

“Através da contação de histórias, os alunos recebem motivação para aguçar a imaginação e inteligência sensorial e criativa. O gosto e prazer pela leitura são fatores primordiais resgatados através desta dinâmica lúdica e essencial ao ser humano, pois temos necessidade de criar mecanismos estéticos que nos transportam ao mundo da imaginação. Este por excelência é o caminho da aprendizagem onde vão se aprimorando as escolhas e formas de apropriação do processo da leitura e escrita."

Alguns sites de musicalizaçao infantil:
http://www.labrimp.fe.usp.br/

http://artesemelodias.blogspot.com/

www.musicarteando.blogspot.com

http://lcissa.blogspot.com/

http://musiquinha-analuci.blogspot.com/

http://lengalalenga.blogspot.com/

http://www.brincando.partita.com.br/home.html

http://atorremagica.blogspot.com/


POEMA DA AVÓ IGNÊS Se quiser pesquisar sobre esta poeta no site abaixo:
http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,186,2609820,12878
JORNAL DE SANTA CATARINA - 08/08/2009 | N° 11700
A esperança resiste em versos

Avó do Joelson –
CONVITE
Convida-me, que vou com gosto
Perdoa-me, porque não tive calma
Também digo, você é tão linda de rosto
Fátima , mais linda é tua alma
Você será uma professora eleita
Para seus alunos, dá ensinos promissores
Você é mesmo maravilhosa e perfeita
Fátima, você tem uma alma de flores

Você é uma pessoa cheia de bondade
Fátima , não contive minha emoção
Desejo-lhe a mais doce felicidade
E mando-lhe um beijo em seu coração
Não sou boa em contar histórias
Esqueci a história de vez
Só que aí tive uma glória
De estar entre vocês
Você é uma pessoa bela e pura
Senti na alma, mas não consegui lhe falar
Pode ser numa noite bem escura
Mas a sua estrela continua a brilhar
Estou tremendamente orgulhosa
Sinto uma alegria sem fim
Você é a mais linda rosa
Que nasceu no meu jardim
Escrevo-lhe algumas linhas
Para tê-las como recordação
Mando-lhe lembranças minhas
Para guardá-las, no teu coração
É disto que tanto preciso
Desta tão pura esperança
De ver um lindo sorriso
No rosto meigo das crianças
Você é uma pessoa inesquecível.
É maravilhoso encontrar uma pessoa assim.
Fala com tanta bondade e doçura.
Jamais esquecerei esta tarde linda.
Meus netos e seus alunos estão em boas mãos.
Perdoe-me pelos erros, eram 11:00 horas quando acabei de escrever.
Com humildade e carinho de quem jamais a esquecerá.
Ignês Schmitt

Sonho
Eu vivo tão tristonha
Sem chance para sonhar
Meu coraçào não sonha
Tens outra em meu lugar
Meu sonho não é dourado
Meu mundo não é colorido
Já não estás ao meu lado
A vida já não tem sentido
Meu sonho já se desfez
Meu sonho foi ao chão
Sinto que choro mais uma vez
Tamanha é minha solidão
Lembro-me do teu carinho
Ignês Schmitt

Das carícias com calor
Hoje morro um pouquinho
De tristeza e de dor
Hoje no mundo vou sofrendo
Já não tenho felicidade
Aos poucos vou morrendo
De tanta saudade
Só sonho com a felicidade
E esta não volta jamais
Só ficou a triste saudade
Que faz o coração doer demais
Jamais vou esquecer a despedida
Quando você desfez nossa união
Você levou toda a minha vida
Amor preso em seu coração
Ignês Schmitt

POEMA DE AMOR

O tempo passou você não veio
Para mim a saudade deixou
Já acabou o tempo de te esperar
Já foi o momento de te amar
Foi só ilusão o teu amor
Meu coração sofreu a dor
Da separação da despedida
Da nossa união não concluída
Guardo a recordação dos carinhos teus
Na imaginação os sonhos meus
Foi a felicidade de quem te amou
Só restou saudade do sonho que ficou
Ignês Schmitt

Fascínio

Fiquei fascinada, algo me tocou
Flores perfumadas seu perfume deixou
Nas profundezas do interior
Da beleza do amor
Então na alma simboliza dores
Que acalma como flores
Amar e querer , alcance da razão
Não esqueça nossa canção
Uma melodia na multidão
Uma sinfonia da paixão
Um toque colorido na natureza
Um bom amigo com certeza
Da igualdade de construir
Da fraternidade de repartir

De um ser atrevido que quer sonhar
Do tempo perdido de te amar

Jesus, com tua divina proteção
Me livrastes de todos os temores
Teu amor chegou ao meu coração
...................
Sonhando acordada

Sonho acordada
São sonhos sem alegria
Sonhos da vida passada
Quando teu amor eu perdia
Ainda fui relembrando
Dos nossos dias felizes
Mas a saudade foi chegando
Deixando em meu coração cicatrizes
À noite eu estava dormindo
Contigo eu estava sonhando
Da saudade que eu estava sentindo
Meu coração estava chorando
Quando de madrugada acordei
Meu travesseiro estava molhado
No sonho eu chorei
Você não estava do meu lado
Mas tudo um dia se acaba
Tudo um dia vai ter fim
Só a saudade não se apaga
A saudade gravou em mim
Mas com tudo se acostuma
Só a saudade não me deixou
É como a flor que perfuma
Este perfume no ar ficou
Amor, você é inesquecível
Sonho com você ainda mais
Esquecer-te é impossível
Porque a saudade dói demais
Amor, não me desesperas
Te peço, não me faças sofrer
Meu coração ainda te espera
Meu coração ama você
Amor, não me deixes tão aflita
Não me maltrates tanto assim
Mas meu coração ainda acredita
Que um dia você volte pra mim

...............................
Relatos do Vovô Ivo

Nasci no dia 28 de abril de1938.Tenho dois lindos netos: Ana Carolina e Rhuan Filipe. Tive uma infância difícil, com muito trabalho na roça. Em 1958 eu vi uma onça.
Conheci vários países. Como voluntário, viajei 32 dias de navio para o Egito. Na ida, o navio Barroso Parreira nos levou. Na volta foi o Ari Parreira.
Conheci algumas cidades : Rio de Janeiro, Recife, Casa Blanca e Gênova, e alguns países: África, Itália, Egito.
Ao todo eram 20 caminhões que os levavam para a fronteira entre Israel e Egito. Pedi para conhecer Jerusalém e consegui. Estive no jardim das oliveiras, poço de Jericó onde Jesus tomou água. Em Belém, também pude visitar vários lugares.
Ao todo eram 750 voluntários. Hotel, avião e ônibus, era tudo grátis, pagos pela ONU.
Muitos soldados faleceram. Durante o dia , fazia 40o e à noite 2o . Na volta do Canal Suez, eu tinha 440 dólares. Trabalhei na Cremer por 32 anos. Minha esposa chama-se Cristina. Tenho 3 filhos: Luis Ricardo, Rosana Maria e Cinara Cristina.
Minha brincadeira preferida era de circo. Montamos um e cobrávamos ingresso. Aos 14 anos usei meu 1o par de sapatos. Só tive um irmão e três irmãs. Casei-me aos
nem todos cumprem o que prometem. Estudei até a 4a série. E a minha mensagem para vocês, é a seguinte:
“Não prometam aquilo que não puderem cumprir”!
...................................
Os alunos participaram ativamente das atividades propostas. A escola ofereceu o espaço social de construção dos significados éticos e constituem toda e qualquer ação de cidadania. relevância de discussões sobre a dignidade do ser humano, a igualdade de direitos, a recusa categórica de formas de discriminação, a importância da solidariedade e do respeito. inserção É tornar o indivíduo consciente, íntegro e, acima de tudo feliz. Para isso não poderá haver diferença entre educação e prazer. Educar ludicamente não é jogar lições empacotadas para o educando consumir passivamente.
É preciso pois que os pais voltem a substituir o “amor máquina”, pelo “amor afeto”, para que a criança adquira autoconfiança e venha para a escola cheia de desejo de aprender e de descobrir meios de construir seu conhecimento.
É preciso estabelecer vínculos afetivos com os idosos. É urgente respeitar os idosos na sua magnífica vivência, aceitando-o como ele é, formando uma
CONCLUSÃO
A criança ao chegar na escola, espera encontrar um amigo, um guia, um animador, um líder. Alguém muito consciente, que se preocupe com ela e a faça pensar, tomar consciência de si e do mundo. E que seja capaz de dar-lhe as mãos para construir com ela uma nova história e uma sociedade melhor.

BIBLIOGRAFIA
Almeida, Paulo Nunes de
Educação Lúdica .Técnicas e Jogos Pedagógicos. Paulo Nunes de Almeida. – Ipiranga : Ed. Loyola. 1994
Coelho, Nelly Novaes. Literatura Infantil : teoria,
análise, didática. 1993.
Carvalho, Bárbara Vasconcelos. A Literatura Infantil :
visão histórica e
crítica. 1989.
Cavalcanti, Zélia. Livros etc.../ Zélia Cavalcanti. – Brasília, Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação à Distância ,[ 1996] . 58 p. il (Cadernos da TV Escola).
\Nova Escola.Ano XIV - N.o 120. Mar/ 1999 . p. 34,35 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário

POSTAGENS

Digite o assunto da sua pesquisa

Siga nosso blog!

Alguns dos blogs que sigo

CLIC RBS

clicRBS

Últimas notícias

Carregando...

Postagens mais acessadas

Você é muito especial!

Ocorreu um erro neste gadget

Mapa do local

ALFABETO DO TANGRAM