22 de setembro de 2013

ENCHENTES EM SANTA CATARINA

21/09/2013 15h45 - Atualizado em 21/09/2013 17h23

Governador de SC analisa estratégias e garante alerta total com chuvas

Raimundo Colombo explicou ações preventivas nas 19 cidades atingidas. Defesa Civil faz retirada de ao menos 360 famílias no Estado.

Do G1 SC
8 comentários
O governador Raimundo Colombo se pronunciou na tarde deste sábado (21) sobre o excesso de chuvas que atinge Santa Catarina nas últimas 24 horas. Ele tentou passar tranquilidade a população e explicou as ações que estão sendo tomadas pelas autoridades.

''Estamos monitorando todo este processo, informando toda a população. Nós vamos continuar em alerta, acompanhando passo a passo, a cada momento para ver o que irá acontecer e se a previsão irá se confirmar ou não.  Até esse momento já existem alguns pontos críticos, mas estamos trabalhando para que a gente possa minimizar os efeitos'' disse, Raimundo Colombo, em vídeo divulgado pela comunicação do Governo de Santa Catarina.
Ao menos 360 famílias de 19 cidades foram atingidas pelas chuvas. Os moradores que vivem em situação de risco, ou aqueles que tiveram suas casas alagadas, foram encaminhados para abrigos. As regiões do Oeste, do Vale do Itajaí e da Grande Florianópolis, são as que mais demandam atenção da Defesa Civil. O governador Raimundo Colombo analisou as ações que estão sendo tomadas para diminuir os riscos à população.
As ações de retirada das famílias da zona de risco e também o fechamento de comportas das cidades que possuem rio, como no caso de Taíó, José Boiteux e Ituporanga, servem como mededia preventiva, de acordo com Colombo. A previsão do tempo ainda indica que no domingo (22) e também na segunda-feira (23) a chuva deve seguir intensa no estado. Por isso, o governador reforça a importância do alerta da Defesa Civil de Santa Catarina.
"Toda a nossa Defesa Civil está em alerta máximo. Há chuva de granizo em diversas regiões do estado e chuvas intensas em outras regiões causando alagamentos. Nós esvaziamos as barragens e elas vão cumprir um papel estrátégico na proteção, mas a expectativa é que chova muito no domingo e parte de segunda-feira", analisou.  
As chuvas em Santa Catarina
Desde sexta-feira (20) os volumes de chuva deixam Santa Catarina em alerta. Segundo a Defesa Civil do estado ao menos 19 cidades foram atingidas e 360 famílias tiveram que ser retiradas de suas casas e encaminhadas para abrigos. O relatório divulgado neste sábado (21) indicou que a região do Vale do Itajaí é a que requer mais atenção por conta das fortes chuvas nas últimas horas.
As alterações climáticas provocaram estragos, alagamentos em bairros das cidades de Rio do Sul, no Vale do Itajaí, e também na Grande Florianópolis, em Bom Retiro. No Oeste de Santa Catarina, o granizo atingiu cerca de 1150 casas. Além disso, o grande volume de chuva deixou os rios em níveis acima do normal.
O rio Itajaí-Açú, que corta a cidade de Blumenau, chegou a medir 7,78m — o rio transbordará ao alcançar 8m. Além disso, há também a preocupação com a previsão de mais chuvas para as próximas horas. Segundo a Epagri/Ciram, instituto meteorologico, o volume de chuva irá variar entre 80 mm e 120 mm.
http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2013/09/governador-de-sc-analisa-estrategias-e-garante-alerta-total-com-chuvas.html

Governador acompanha situação das cidades prejudicadas pela chuva

O governador Raimundo Colombo disse, neste sábado, dia 21, que o Governo do Estado está em alerta máximo para enfrentar o período de chuvas intensas previstas para as próximas horas em Santa Catarina. “A Defesa Civil está monitorando os mapas meteorológicos desde terça-feira. Dessa forma foi possível realizar ações preventivas importantes como, por exemplo, o esvaziamento de barragens. Estamos acompanhando a situação em todo o Estado”.
O boletim divulgado às 15h pela Defesa Civil indica que neste momento a situação é mais crítica em Rio do Sul onde há 410 pessoas desalojadas e o rio está 8 metros acima do nível. De acordo com o Secretário Adjunto da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, o maior risco nas próximas horas é para as regiões do Vale e Norte de SC.
Veja abaixo a tabela atualizada pela Defesa Civil com a situação dos municípios até 15h deste sábado:
Aurora
Chuva
20 a 30 famílias em abrigos; estradas vicinais interditadas
Blumenau
Chuva
19 abrigos abertos; nível do rio = 6,15m
Bom Retiro
Chuva
Escorregamentos, BR 282 interditada trecho Bom Retiro-Lages (Km 135); 01 família (08 pessoas) isolada.

Brusque
Deslizamentos severos
Deslizamentos
Campo Erê
Chuvas
Tempestade com fortes ventos e granizo - Malha viária afetada - Situação controlada no momento
Caçador 
Chuvas
Se chover mais 40 cm - começará a atingir as primeiras residências; queda de barreira na Rodovia SC 302 (Caçador-Calmon)
Curitibanos
Alagamento

Guaraciaba
Granizo
60 casas atingidas
Guaramirim
Chuva e Granizo
Itajaí
Chuva
01 família removida por deslizamento isolado
Jaraguá do Sul
Granizo

Rio do Sul
Chuva
Em cota de emergência = 7,97m; 410 pessoas colocadas PREVENTIVAMENTE em 13 abrigos
Rodeio
Chuva

Saltinho
Granizo
500 casas atingidas
Santa Terezinha do Progresso
Granizo
300 casas atingidas
São José dos Cedros
Granizo
80 casas atingidas
São Miguel do Oeste
Granizo
04 comunidades atingidas
Serra Alta
Granizo
60 casas atingidas
Tangará
Chuva
Deslizamento isolado
Timbó
Chuva

Timbó Grande
Chuva
Queda de árvores nas estradas rurais
Força-tarefaO governo do Estado de Santa Catarina montou uma força-tarefa para orientar e auxiliar a população. A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta para risco de alagamentos, deslizamentos e inundações. Os mapas meteorológicos indicam tempo instável com acúmulo de 300mm a 330 mm. Na prática isso representa que em três dias vai chover o dobro do esperado para o mês inteiro de setembro.
Nas regiões costeiras, os valores de marés elevados dificultam o escoamento das águas das chuvas para o mar. Podem ocorrer inundações pela maré astronômica de sizígia - ocorrem nas luas nova e cheia, quando são registradas as maiores preamares (maré alta) -e chuvas, especialmente nas madrugadas e tardes de sexta e de sábado. Entre domingo e segunda-feira a maré astronômica diminui, mas o vento sul pode continuar dificultando o escoamento das águas.
Orientações
Em caso de inundações e alagamentos, a Defesa Civil orienta a população a evitar o contato com a água e transitar em lugares alagados e pontes submersas. É importante tomar cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.
Em tempestades com descargas elétricas e vento, deve-se permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. É aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.
Quanto a possíveis deslizamentos de terra, deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.
As defesas civis e órgãos estaduais das regiões Oeste, Litoral Sul e Planalto Sul, onde há maior confirmação de risco de alagamentos, já foram mobilizadas pela Defesa Civil estadual e estão preparadas para atender a população. “A equipe da Defesa Civil estadual está em estado de alerta e concentrada na previsão do tempo em todo o estado”, explica o diretor de Prevenção e Preparação da Defesa Civil, Fabiano de Souza.
Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão. O telefone para contato é o (48) 3664-7000.
Mais informações para a imprensa
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da Defesa Civil de SC no (48) 4009-9816 ou diretamente com os assessores de imprensa.
Assessoria Defesa Civil – (48) 9159-0445
Gerente de imprensa Governo SC, Jacqueline Iensen - (48) 9147-6761
Portal do Governo e Redes Sociais – Gisiela Klein – (48) 8843-5439
Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa.
Acompanhe também pelas redes sociais: 
facebook.com/governosc
@Secom_SC
http://www.sc.gov.br/index.php/mais-sobre-defesa-civil-e-bombeiros/2835-governador-acompanha-situacao-das-cidades-prejudicadas-pela-chuva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário

POSTAGENS

Digite o assunto da sua pesquisa

Siga nosso blog!

Alguns dos blogs que sigo

CLIC RBS

clicRBS

Últimas notícias

Carregando...

Postagens mais acessadas

Você é muito especial!

Ocorreu um erro neste gadget

Mapa do local

ALFABETO DO TANGRAM