25 de janeiro de 2012

Clube da leitura no Programa Ver Mais

 

 

 
    • http://www.bookcrossing.com.br/noticias/o-mundo-e-uma-biblioteca-leia-a-coluna-de-gilberto-dimenstein-na-folha/
      O mundo é uma biblioteca: Leia a coluna de Gilberto Dimenstein na Folha

    • 21/07/2010
      GILBERTO DIMENSTEINTrocar livros usados pelo mundo é como ter uma biblioteca espalhada por aí, sem sair de casa
      ...  
      A PROFESSORA de inglês Eunira Galioni está preparando um modo diferente de ocupar o tempo da sua aposentaria: trocar livros usados mundo afora. "É como se eu tivesse uma biblioteca espalhada pelo mundo, sem sair de casa." E, melhor, quase sem gastar dinheiro. Na maioria das vezes, sem gastar nem um centavo. Nem com o correio.
      Tudo começou com a paixão de Eunira pela leitura, iniciada nos Estados Unidos, onde morou com os pais quando era menina. Seus pais saíram do Brasil para trabalhar como operários em Nova Jersey. Não tinham família nem amigos por lá. "Além de não conhecer ninguém, eu era muito tímida e, por isso, me refugiava nos livros."
      Estava ali não só o encontro do prazer pela leitura mas uma forma de sobrevivência.
      Aos 14 anos, ela voltou ao Brasil fluente em inglês. Muito tempo depois, tornou-se secretária bilíngue, casou-se, teve quatro filhos. Como era pouco o dinheiro, dava aulas de inglês para reforçar o orçamento. Conformou-se com a impossibilidade de comprar livros em inglês, proibitivos em seu orçamento. "Eu desenvolvi o hábito de ler o mesmo livro várias vezes."
      Assim foi até que descobriu uma tribo planetária que, com a ajuda das tecnologias digitais, criou um sistema de trocas capaz de rastrear os mais diversos livros pelo mundo, cujo slogan é "Faça do mundo uma biblioteca".
      Ela se cadastrou e logo começou a receber, em sua casa, livros em inglês dos mais diferentes países. Algumas vezes, recebia inesperadamente sacos de livros, por causa de uma parceria do projeto com uma empresa naval que se dispunha a fazer o carregamento sem cobrar nada. "Eu me sentia, sem exagero, abrindo um saco deixado pelo Papai Noel."
      A prática virou um misto de hobby com rede social. Ela recebia o livro, devidamente cadastrado, e o passava adiante para alguém que se comprometia a manter a corrente. A pessoa que recebia, em algum lugar da cidade, registrava o livro na página da internet do "Bookcrossing" e, muitas vezes, deixava um comentário ou resenha. Como nem sempre tinha dinheiro para o correio, Eunira montou uma rede de contatos que a avisam quando alguém vai viajar para o exterior. O portador deixa o livro em alguma praça, parque ou café, e ela registra na internet para avisar algum possível interessado.
      O virtual até já virou presencial. Numa viagem ao Canadá, encontrou-se pessoalmente com uma das integrantes da tribo -e, é claro, voltou com livros para casa.
      Esse tipo de tribo prospera na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, é um hábito desconhecido. Seja porque pouca gente lê, seja porque as pessoas se agarram aos livros.
      Mas, agora, o espaço literário mais nobre da cidade vai permitir a troca. A biblioteca Mário de Andrade, que, depois de fechada para reforma, se abre para o público nesta semana, terá um canto para as pessoas deixarem um livro para quem quiser pegá-lo e passá-lo adiante.
      Prestes a se aposentar, Eunira ganhou, dessa maneira, um dos melhores lugares para fazer de seu mundo uma biblioteca.
      Fonte: Folha de S. Paulo – Caderno Cotidiano
       
      Link permanente: http://www.bookcrossing.com.br/noticias/o-mundo-e-uma-biblioteca-leia-a-coluna-de-gilberto-dimenstein-na-folha/

     

    • http://www.bookcrossing.com.br/sobre-nos/sobre-o-bookcrossing-com/
      Sobre o BookCrossing.com

    • O BookCrossing.com foi criado por Ron Hornbaker em março de 2001, enquanto ele e sua esposa Kaori admiravam o site PhotoTag.org, que rastreia de câmeras descartáveis perdidas no mundo. Ele já sabia da popularidade do WheresGeorge.com (que rastreia dinheiro em circulação nos EUA pelo número serial) e isso o fez pensar: que outro objeto físico as pessoas gostariam de rastrear? Alguns minutos depois, ao olhar para sua própria estante de livros, ocorreu a idéia de rastrear livros. Ron percebeu que até aquele momento nada como o BookCrossing havia sido feito em uma escala significativa, e então decidiu o nome (não havia nenhuma ocorrência para "bookcrossing" no Google), registrou o domínio e Kaori rascunhou o logo do livro correndo em uma placa de trânsito. O resto foi mera execução.
      Com o apoio de seus parceiros Heather e Bruce Pedersen, Ron começou no dia seguinte a trabalhar na programação do site e quatro semanas depois o www.bookcrossing.com foi lançado. Desde então, BookCrossing tem sido o foco de incontáveis programas de TV, rádio e artigos de jornal em todo o mundo; conquista cerca de 300 novos membros todos os dias; tem sua própria categoria no editável diretório do Google, no Wikipédia e foi adicionado ao Concise Dicionário Oxford de Língua Inglesa como uma palavra nova. O BookCrossing continua crescendo e chegando mais perto de fazer do mundo todo uma biblioteca, capturando a paixão e a imaginação de quase um milhão de pessoas no mundo todo, que querem ajudar a espalhar a generosidade dos livros.

     

     

     

     


    • "O livro é o melhor lugar do mundo; é a entidade mais nobre e pura da Terra. Ele nos leva para além das fronteiras, fazendo-nos, ainda que sós, companheiros de nós mesmos."
      Henrique Martins Oliveira, 15 anos - (Porto ...Alegre - MG) - Participante do 6º Concurso de Redação Ler é Preciso.
      BookCrossing


      Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

    • O conceito de BookCrossing surgiu nos Estados Unidos da América e, num sentido lato, pode ser definido como a prática de deixar um livro num local público, para que outros o encontrem, o leiam, o voltem a libertar e assim sucessivamente. O conceito encontra-se definido desde Agosto de 2004 no Concise Oxford English Dictionary:
      bookcrossing n. the practice of leaving a book in a public place to be picked up and read by others, who then do likewise.
      O objectivo dos membros do BookCrossing é transformar o mundo inteiro numa biblioteca. Para que isso se torne numa realidade, não se importam de libertar os seus livros em locais públicos (cafés, transportes públicos, paragens de autocarro, bancos de jardim e outros sítios que a imaginação ditar) para que o maior número de pessoas os possam ler, em vez de os manterem parados nas suas estantes. Desta forma, o acesso à cultura e especificamente à leitura torna-se verdadeiramente universal.
      No entanto, existe ainda um conceito restrito de BookCrossing que se refere à comunidade virtual, que não conhece limites geográficos, gerada em torno do sítio de internet criado com a intenção de se seguir o trajecto dos livros registados no mesmo, nas suas viagens pelo mundo, através de um número identificativo escrito dentro de cada um dos livros. É acerca desse conceito mais restrito que este artigo se debruçará, apesar de se poder fazer bookcrossing sem que os livros estejam registados no referido sítio de internet.
      Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/BookCrossing#Hist.C3.B3ria
      Ver mais

     

    • Um pais que mudou se le nos textos de seus habitantes!
    • Descritivo: Neste livro, gente brasileira de todos os cantos e idades fala de CUIDADOS com uma naturalidade surpreendente, e mostra que um país que mudou se lê na escrita de seus habitantes, sim.

     

    • Na Imprensa
      Desde sua criação em 2001, o BookCrossing tem sido alvo constante da mídia.
      Veja abaixo algumas das notícias publicadas sobre o movimento no Brasil.
      A Tarde – Vida, Obra e Doação: parte 1 / parte 2 – 19.Mar.11
      Elas & Lucros – Livros Sem Fronteiras: parte 1 / parte 2 – 2011
      ... Revista Gol – Livros Viajantes: parte 1 / parte 2 – Nov.10
      Jornal do Trem – Biblioteca a Céu Aberto – 29.Out.10
      Jornal da Tarde – Não Precisa Devolver os Livros – Out.10
      Revista da Folha – Ponto de BookCrossing Circulante – 29.Ago.10
      MTV na Rua – Biblioteca Vai Dar Livros – Ago.10
      Estado de S. Paulo – É só escolher o livro e levar – Ago.10
      Folha de S. Paulo – O Mundo É uma Biblioteca – 21.Jul.10
      Catraca Livre – Faça do Mundo uma Biblioteca – Set.09
      Revista Claudia – Desapego dos Livros – Mar.09
      Isto É – Livros Viajantes – 10.Dez.08
      Época Online – BookCrossing no Salommão Bar – Dez.08
      Revista da Folha – Livro na Roda – 26.Out.08
      Panorama Brasil – BookCrossing distribui livros gratuitamente na Bienal do Livro – 14.Ago.08
      Portal Aprendiz – Rede promove a troca de livros pelo mundo – 18.Jun.08
      Jornal da Tarde – No meio do caminho, um livro – 07.Jun.08
      Jornal da Tarde – Invasão das Letras em São Francisco Xavier – 03.Jun.08
      O Estado de S. Paulo – A mais nova festa para fãs e autores – Jun.08
      Galileu Magazine – De mão em mão – Mai.08
      Folha de S. Paulo – Corrente Literária – 12.Abr.08
      Jornal da USP – Bem-vindo ao BookCrossing – 28.Jan.08
      Revista Claudia – Livros Itinerantes – Jan.08
      O Estado de S. Paulo – A mais nova onda em SP: feira para trocar livros – 16.Nov.07
      Jornal da Tarde – Olha um livro aí! – 09.Nov.07
       Em respeito à fonte:
      Link permanente: http://www.bookcrossing.com.br/na-imprensa/

     

     

    • Pontos de BookCrossing
      PONTOS DE BOOKCROSSING são espaços abertos ao público, como cafés, lojas, restaurantes, hotéis, escolas etc., escolhidos pelos membros do movimento para libertarem livros com a autorização do gerente ou proprietário do estabelecimento. Estes locais possuem uma prateleira ou uma estante especialm...ente para os livros e encontram-se identificados com cartazes e adesivos do movimento. Podem funcionar também como local de encontro de bookcrossers.
      São lulagres seguros para os livros, já que funcionários e pessoas que circulam por ali tem familiaridade com o movimento e os exemplares não correm o risco de se perder ou ficarem guardados.
      O primeiro Ponto de BookCrossing no Brasil foi criado em São Paulo em outubro de 2007. De lá para cá surgiram outros espaços no Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e interior de São Paulo. Veja um mapa com os Pontos de BookCrossing no Brasil e no mundo.
      CRIE UM PONTO DE BOOKCROSSING

      Criar um Ponto de BookCrossing é algo bastante simples.
      Escolha um estabelecimento que seja movimentado e aberto ao público em geral. Arrecade livros com amigos,  através de doações e em sua própria estante e registre-os no BookCrossing.com. Deixe-os sobre uma mesa ou prateleira neste estabelecimento, de preferência em um lugar de fácil acesso.  Sinalize-o com cartazes, folhetos e etiquetas, indicando que se trata de um ponto de bookcrossing (veja modelo de cartaz no arquivo pdf abaixo).
      Depois, entre em contato conosco para cadastrarmos seu Ponto neste site, assim como colaborar em sua divulgação na mídia.
      Cartaz_Ponto de_BookCrossing
       
      Pontos de BookCrossing no Brasil
      Biblioteca da Universidade Anhembi Morumbi – Campus Centro (São Paulo, SP)
      Biblioteca da Prefeitura de Americana (São Paulo, SP)
      Biblioteca Mário de Andrade (São Paulo, SP)
      Café Bonobo (Porto Alegre, RS)
      Cafe Terrasse (Salvador, BA)
      Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura (São Paulo, SP)
      Central das Artes (São Paulo, SP)
      CRECI-SP (R. Formosa, 215 – Centro – São Paulo, SP)
      Lunático Café e Cultura (Rio de Janeiro, RJ)
      Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos (Santos, SP) * NOVO !
      Moustache Café (Londrina, PR)
      Set Palavras Livros & Filmes (Ouro Preto, MG)
      Spazio.13 (Londrina/PR  – e-mail: spazio.13@hotmail.com)
      Toque de Alma (São Paulo, SP)
      UNIPAR (Guaíra, PR)
      Link permanente: http://www.bookcrossing.com.br/pontos-de-bookcrossing/
    • O que é o BookCrossing
      O BookCrossing é um conceito que pode ser resumido como a prática de deixar um livro num local público, para ser encontrado e lido por outro leitor, que por sua vez deverá fazer o mesmo. O objetivo do Bookcrossing é "transformar o mundo inteiro numa biblioteca". Os membros desta comunidade de le...itores, que não conhece limites geográficos,  possuem um sentimento de partilha tão grande que não se importam de libertar seus próprios livros em locais como cafés, transportes públicos, bancos de praças e outros lugares que a imaginação ditar, para que outras pessoas os possam ler, ao invés de manter as obras paradas nas estantes. É uma forma de tornar o acesso à cultura e especificamente à leitura verdadeiramente universal.
      História
      O BookCrossing foi concebido em 2001 pelo programador Ron Hornbaker. No mês seguinte foi lançado o site www.bookcrossing.com. Desde então, o movimento tem crescido exponencialmente, tornando-se global: está presente em 130 países, com mais de 6,2 milhões de livros registrados e 852 mil membros.
      Processo
      O fato de alguém encontrar um livro registado no BookCrossing não implica que tenha que registrá-lo no site, já que pode deixar um comentário anônimo ao livro. No entanto, quem desejar usufruir plenamente do site (participar dos fóruns, registar seus próprios livros, etc.) e juntar-se à comunidade, terá de se inscrever. A inscrição é totalmente gratuita e anônima, sendo que o novo membro terá apenas de criar uma identidade virtual que o identificará sempre que fizer novos registos no site.
      O BookCrossing baseia-se no conceito básico "Ler, Registar e Libertar": Leia um bom livro, Registre-o no site para adquirir o número BCID e Liberte-o, passando para um amigo ou deixando-o em um local público.
      BCID
      Ao registrar uma obra no www.bookcrossing.com, o site automaticamente gera um número de identificação denominado BCID (BookCrossing Identification Number) único e exclusivo para cada livro, que permitirá ao "dono" original e a todos os que venham a dar entrada dele no site terem notícias da sua viagem pelo mundo. Este número deve ser escrito no livro, devendo ser também incluída alguma informação sobre o BookCrossing.
      Depois do registro, o usuário deve avisar no site quando e em que local da cidade o livro será libertado. O objetivo é que alguém o apanhe e, através do seu número identificativo, acesse o site e faça uma "entrada de diário", dizendo que o encontrou. Isto pode ser feito anonimamente.
      Após a leitura, o leitor deve fazer nova "entrada de diário",  na qual dirá o que achou da obra e o que pretende fazer com ela a seguir – normalmente, libertá-lo outra vez para que possa continuar a sua viagem pelo mundo, indo ao encontro de novos leitores.
      O BookCrossing é uma forma diferente de oferecer livros e é visto pelos autores e editoras como uma forma de divulgar suas obras e atrair novos consumidores. É um projeto que estimula a leitura e ajuda a formar plateia. É comum os bookcrossers comprarem livros para libertar ou para passarem a amigos, ou indicarem livros para leitura no site.
      O movimento BookCrossing participa com frequencia de eventos, como saraus literários, Bienal Internacional do Livro, Festa Literária Internacional de Paraty – FLIP, Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura.
      Para ajudar o movimento  no Brasil através de doações  e voluntariado, entre em contato.
      Link permanente: http://www.bookcrossing.com.br/o-que-e-o-bookcrossing/
      Acesse o álbum e observe a atividade desenvolvida na praça Dr.Blumenau. (Blumenau - SC) O objetivo do encontro é incentivar a leitura divulgando e desenvolvendo atividades de leitura na praça e criar pontos de leitura para o BOOKCROSSING. (livro viajante) Quem desejar praticar pode entrar em contato pelo e-mail bookcrossing.bnu@groups.facebook.com
     
     
    • Quando setembro vier: 1ª Feira Internacional de Literatura - Curadoria de Delasnieve Daspet, Campo Grande, MS. Convidados de todos os continentes, representantes de vários países do mundo. Do Brasil: LUIZ LEME - PR em aberto MARILZA CASTRO RJ - ( academias ) ADEMIR BACCA RS ( proyeto sur ) Terezinha Manczak ( poesia social ) HERNANDES - SP em aberto MARTA REIS MG - em aberto ANTONIO MIRANDA - BRASILIA ( poesia na era digital ) DETH HAAK RN ( cordel )
      Curta e leiam muito tirinhas...
    • De: Depósito de Tirinhas
    •  

      CORDEL DOS ENAMORADOS                                 CORDELIA of lovers  
      Num cordel imaginário,                                     In an imaginary string,
       Prendi o seu coração.                                        I held his heart.
      Era um jeito necessário,                                   It was a way necessary
      ...  De manter minha paixão.                                To keep my passion.
      Antigas cartas do armário,                              Ancient maps of the closet,
      Parecendo um relicário,                                    Looking like a shrine,
      Na palma da minha mão.                                 In the palm of my hand. 
      Cada carta que relia,                                          Each letter reread,
      Uma lágrima na escuridão.                              A tear in the dark.
      De tão forte que batia,                                      So strong that beat,
      Abria sulcos no chão.                                         Opened the floor grooves.
      Era a lembrança que um dia,                            It was a reminder that one day,
      Eu pra você vivia,                                                I lived for you,
      Era seu, o meu coração.                                    It was her, my heart. 

              O amor era tão louco,                                        The love was so mad,
     
     
    Ninguém duvidava, não.                                    No one doubted, no.
    Mas ainda foi tão pouco,                                  But there was so little,
    Pois só restou solidão.                                       For only left alone.
    Agora o cordel abriga,                                       Now the line holds,
    Saudade em carta antiga,                               Longing in old letter,
    Gravada em meu coração.                               Engraved in my heart.
    Cordel dos enamorados,                                   String of lovers,
     
     
    Dias melhores virão.                                         Better days will come.
    Ficaremos acordados,                                      We will be agreed
    Ao som do meu violão.                                      At the sound of my guitar.
    Sob raios de lua, prateados,                            Under moonbeams, silver,
    Dois corpos entrelaçados,                               Two bodies intertwined,
    Enfim, numa só paixão.                                    Finally, a single passion.
     
    (De minha autoria - Maria de Fátima Martins Baumgärtner)
     

    • Se ensinarmos nossos alunos a pensarem, sem receber tudo pronto, se a escola tornar-se um local atrativo também aos familiares e se principalmente nós educadores dermos bons exemplos de cidadania e respeito, teremos credibilidade e condições de exercer qualquer função com competência! Educação - Familia e escola - sociedade emprendedora.(Fátima Baumgärtner)
    • ‎"Até aceito que com a chegada da puberdade a vaidade humana mude, tornando-se mais visível. O "aparecer" passa a ser o centro do espetáculo. Contudo, com a padronização, ou melhor, imposição de uma beleza única – caso não tenhas os traços do modelo (a) da revista, que estampa a capa, não serás belo - formaram-se medíocres, que vivem apenas na superfície dos fatos. Agora a vaidade mudou, não por causa da chegada da puberdade, e sim de outros "hormônios" que manipulam nosso estado. Agora ela não é apenas para si, ou seja, ser vaidoso consigo, querer sentir-se bem, já não basta. Para suprir as necessidades do ego, a pessoa vaidosa, quer vestir-se, maquiar-se, embelezar-se para os outros. Pensar dessa forma é achar que só existe vida onde é raso, e que nas profundezas das águas do seu Eu não ...poderás encontrar o belo. Sinceramente, tenho pena das pessoas que são superficiais, no fundo elas estão doentes não tem culpa do que são, da maneira que agem, pois isso foi imposto desde suas infância. Passar a mão na cabeça e chamá-la de coitada é dizer: Continue assim. É uma idiotice tão estúpida quanto ser ilusório. A atitude de pensar, analisar, compreender não deve ser algo mágico, pois é essência do ser humano ter isso. Depois dizem que estamos radicais demais afirmando que o mundo está completamente de cabeça para baixo. AAAAAAAAH POSE? ... pose pra foto pra que? O mais importante não é a foto, a imagem, sim o momento em que ela foi tirada. A viagem pode ser longa, porém corre o risco de ser curta. Vai querer viver? Vai ficar ai sentado na frente do computador fingindo que não é com você?"

      (G.J.L. - 15/01/2012)
      Ver mais
    • Oh!!!!!!!!!!! Que maravilhoso......... Amei!!!
    •  
      pema de Fátima Baumgärtner!!!! Ora Ore ... Chore Implore Indague Deflagre Afague Esqueça Emudeça Enlouqueça Creia Sorria Sonhe Crie Presencie Apoie Acarinhe Dialogue Medite Conviva Viva

     

    • Olhares

      Hoje, só vim olhar o mar...

      Esse imenso mar azul
      ...
      Mar que brilhava longínquo

      Da janelinha, lá embaixo,

      Há um tempo passado.

      Quanto atravesseis esses mares

      Num grande pássaro de titânio,

      Por sobre uma fina camada de

      Algodõezinhos brancos dispersos,

      Olhares incandescentes miravam

      Os meus olhos lampejantes.

      Lugar de deleites contrastantes,

      Onde reclinam passageiros em

      Mirabolantes mapas de viagens,

      E inimagináveis rumos e rotas,

      Impetuosos e cheios de "quereres"

      Os milhões de raios do horizonte

      Cobriam o imenso pássaro luminoso

      A quietude dourada, prata e azul

      Hoje se esconde... lá no alto dos céus.

      Izabella Pavesi

      http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,183,3628256,18764
       
    •  
    • Precisamos colocar nossos estudantes em contato contínuo e vivo, com as mais variadas fontes de conhecimento. Precisamos criar espaços múltiplos e dinâmicos de leitura e informação na escola e fora da escola. Possibilitar experiências culturais alargadas aos estudantes nas chamadas "sociedades do conhecimento" (Edmir Perroti)
       
    • ótima dica Adriana Manczak
      www.livrariacultura.com.br
      Ines de la Fressange conta o que aprendeu sobre estilo e beleza durante sua experiência na indústria da moda. Ela dá conselhos de como se vestir como as parisienses e sugere um guarda-roupa a partir d...
    • www.portaldailha.com.br
      Informações, notícias, serviços, turismo e entretenimento de Florianópolis na Internet
    •  
    • Bookcrossing: os livros que você lê e as pessoas que você encontra
    • Citações Literárias
      "For books are more than books, they are the life, the very heart and core of ages past, the reason why men lived and worked and died, the essence and quintessence of their lives."

      Amy Lowell
      http://bibliotecaleituraepesquisa.blogspot.com/
    • Isso é fato. A educação vem do "berço" ... A família educa, a escola ensina!

     
    Terezinha Manczak

    CELEBRAÇÃO À MEMÓRIA

    Terezinha Manczak
    ...
    Porão de caças múltiplas
    ... Cornucópia fóssil, crispada e simultânea.

    Pirâmide invertida de azevinhos.
    Alicerce, escama e fluxo.

    Fronteiras de mármore,
    Impostoras de epiderme árida.

    Avalanche de brechas,
    pedra e cristal.

    Armário de raridades,
    bigorna e estribo.

    Pássaro de fibra casta,
    Algodão, seda e linho.

    Canário proscrito, de álgido canto.
    Façanha de primevo e estranho claustro.
    Ver mais

     
     

    •  
    • Direitos imprescritíveis do leitor
      Segundo o escritor francês Daniel Pennac, os direitos imprescritíveis do leitor são:
       
      1.O direito de não ler.
      2.O direito de pular as páginas.
      ... 3.O direito de não terminar de ler o livro.
      4.O direito de reler.
      5.O direito de ler no importa o quê.
      6.O direito ao "bovarysmo" (doença textualmente transmissível).
      7.O direito de ler não importa onde.
      8.O direito de "colher aqui e acolá".
      9.O direito de ler em voz alta.
      10.O direito de se calar.
       
      Citações sobre livros e leitura
       
       "Um quarto sem livros é como um corpo sem alma". Cícero
       
      "Gostamos de sair um pouco de nós mesmos, de viajar, quando lemos." Marcel Proust
      "A biblioteca de um homem é uma espécie de harém." Ralph Emerson
       
      "Um livro deve ser o machado que partirá os mares congelados dentro de nossa alma."Franz Kafka
       
      "Uma casa sem livros é como um quarto sem janelas." Heinrich Mann
       
      "Só se deve ler livros escritos há mais de cem anos." Jorge Luis Borges
       
      "A leitura faz do homem um ser completo; a conversa faz dele um ser preparado, e a escrita o torna preciso." Francis Bacon
       
      "Ler muito é um dos caminhos para a originalidade; uma pessoa é tão ou mais original e peculiar quanto mais conhecer o que disseram os outros." Miguel de Unamuno
       
      "Nenhum livro é tão ruim que não possa ser útil sob algum aspecto." Plínio, o velho
       
      "Alguns livros devem ser provados, outros, devorados, e poucos, mastigados e digeridos." Francis Bacon
       
      "Não importa a quantidade de livros que tens, mas a sua qualidade." Sêneca
      "Quantos homens já não iniciaram uma nova era em suas vidas ao ler um livro?" Henry David Thoreau
       
      "Quer amigos, procure nos bons livros; eles são os amigos verdadeiros, que não bajulam ou dissimulam." Francis Bacon
       
      "Devemos ler para oferecer à nossa alma a oportunidade da luxúria." Henry Miller
       
      "Ler é beber e comer. O espírito que não lê emagrece como um corpo que não come." Victor Hugo
       
      "A cultura valeu-se principalmente dos livros que fizeram os editores ter prejuízo." Th. Fuller
       
      "Os livros podem ser divididos em dois grupos: aqueles da hora e aqueles de sempre." J. Ruskin
       
      "Os livros já levaram mais de um à sabedoria e mais de um à loucura." Plutarco
      "É o que você lê quando não tem que fazê-lo que determinará o que você será quando não puder evitar." Oscar Wilde
       
      "Dupla delícia: o livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado." Mário Quintana
       
      "Um livro e como uma janela. Quem não o lê, é como alguém que ficou distante da janela e só pode ver uma pequena parte da paisagem." Kahlil Gibran
       
      "A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde." André Maurois
       
      "O livro é um mestre que fala mas que não responde." Platão
      "O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive." António Vieira
       
      "Existem todas as possibilidades, a mais absoluta liberdade de escolha. Como em um livro, onde cada letra permanece para sempre na página, mas o que muda é a própria consciência que escolhe o que ler e o que deixar de lado." Richard Bach
       
      "Um livro é a prova de que os homens são capazes de fazer magia." Carl Sagan
       
      "É menor pecado elogiar um mau livro sem o ler, do que depois de o ter lido. Por isso, agradeço imediatamente depois de receber o volume. Não há vida literária plenamente virtuosa."
      Carlos Drummond de Andrade
       
      "Ler um livro é para o bom leitor conhecer a pessoa e o modo de pensar de alguém que lhe é estranho. É procurar compreendê-lo e, sempre que possível, fazer dele um amigo."
      Hermann Hesse
       
      "O talento sozinho não consegue fazer um escritor. Deve existir um homem por trás do livro." Ralph Emerson
       
      "Um livro é um grande cemitério onde, sobre a maioria dos túmulos, não se podem mais ler os nomes apagados." Marcel Proust
       
      "Dá tanto trabalho escrever um livro mau como um bom; ele brota com igual sinceridade da alma do autor." Aldous Huxley
       
      "Nunca entendi como dois homens podem se juntar para escrever um livro. Para mim, é como precisar de três pessoas para produzir um filho." Evelyn Waugh
       
      "É preciso folhear meia biblioteca para fazer um livro." Samuel Johnson
      "Na verdade um livro que não merece ser lido duas vezes não é digno de ser lido nem uma vez." Jean Paul
       
      "Não há melhor fragata que um livro para nos levar a terras distantes." Emily Dickinson
       
      "O livro é um animal vivo." Aristóteles
       
      "Os homens só podem compreender um livro profundo, depois de terem vivido pelo menos, uma parte daquilo que ele contém." Ezra Pound
       
      "A máquina tecnologicamente mais eficiente que um homem jamais inventou é o livro." Northorp Frye
       
      "Alguns livros são injustamente esquecidos; nenhum livro é injustamente lembrado." Wystan Auden
       
      "Basta sujar um livro com notas e observações para se adquirir o título de homem de letras." Alexander Pope
       
      "O livro de bolso é o poderoso instrumento de cultura da civilização moderna." Jean Giono
       
       
      "O maior livro de um escritor é, em geral, o primeiro que tenha escrito." Jean Paulhan
       
       
      "O sinal certo de um bom livro é que ele nos agrada cada vez mais à medida que envelhecemos." Georg Lichtenberg
       
      "Peço a um livro que crie em mim a necessidade daquilo que ele me traz." Jean Rostand
       
      "Um belo livro é aquele que semeia em redor os pontos de interrogação." Jean Cocteau
       
      "Um livro desagrada-nos em tudo onde se nos assemelha."Jules Renard
      "Um livro nunca é uma obra-prima: torna-se uma." Jules Goncourt
      "A leitura engrandece a alma." Voltaire
       
      "A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede." Carlos Drummond de Andrade
       
      "A leitura de todos os bons livros é uma conversação com as mais honestas pessoas dos séculos passados." René Descartes
       
      "A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo." Joseph Addison
      "Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem." Mário Quintana
       
      "Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria." Jorge Luis Borges
       
      "A paixão da leitura é a mais inocente, aprazível e a menos dispendiosa." Marquês de Maricá
       
      "A leitura não deve ser mais do que um exercício para nos obrigar a pensar." Edward Gibbon
      "Creio que uma forma de felicidade é a leitura." Jorge Luis Borges
       
      "Ler é expressar o desejo de buscar o desconhecido."(Mª de Fátima M. Baumgärtner)
       
      "Através dos livros, viajo pelo mundo da imaginação." Luana Ramalho (9 anos/)
       
      E lembre-se:
      "Quem escreve, jamais escreve para si mesmo. Sempre tem alguém que um dia lerá o que está escrito... Mesmo que seja através de outra pessoa!" (Mª de Fátima M. Baumgärtner)
    • Ler na praia tbm é legal.
      Vamos incentivar a leitura sempre!
    • vimeo.com
      Um manifesto a favor da literatura. ----- Musica: Quiet Company - How do you do it Produção: Pele de Cordeiro Roteiro: Aline Valek Fotografia e Edição: Marcos Felipe Ilustração: Douglas Reis Contamos com as mãos cheias de dedos de: Cavi Loos, Douglas...
      Dou sempre livro de presente ... é uma atitude inteligente!
    • Natal é tempo de festas, de reunir a família e trocar presentes. E por que não f...azer desse momento uma ocasião para estimular a leitura? É com esse propósito que a Editora Pequenos Heróis realiza a Campanha Natal com Livros, que tem como objetivo despertar no brasileiro o hábito de acrescentar um presente especial em sua lista de presentes.

      Segundo pesquisa do Ibope Inteligência, revelou que 85% dos brasileiros não leitores nunca foram presenteados com livros. Impulsionado por esses dados, a Editora Pequenos Heróis lança a campanha que convida as pessoas a contarem a história de seu primeiro contato com o livro.

      Deixe o seu comentário!

      O objetivo é mobilizar a população sobre o poder transformador da leitura e estimular que neste Natal muitos adultos e crianças sejam presenteados com livros.

      Conheça nossos livros personalizados, acesse: www.pequenosherois.com

      Boa leitura!
      Ver mais
      Fátima Baumgärtner
    • LEITOR

      Hoje é seu dia, o livro sobre a mesa está,
      Cabe às suas mãos a tarefa de abri-lo.
      Ao descobrir palavras de repente saberá,
      ... O que fazer com elas, se é isto ou aquilo.

      Hoje é seu dia, a internet em suas mãos está,
      Cabe à sua consciência a tarefa de filtrá-la.
      Ao navegar na web de repente saberá,
      O que fazer com ela, se critica ou se cala.

      Hoje é seu dia, o celular em suas mãos está,
      Cabe aos seus ouvidos, a tarefa de ouvi-lo.
      Ao receber mensagens, de repente saberá,
      O que fazer com elas, se é isto ou aquilo.

      Hoje é seu dia, o jornal em suas mãos está,
      Cabe aos seus olhos, a tarefa de admirá-lo.
      Ao virar suas páginas, de repente saberá,
      O que fazer com ele, se vai ler ou ou reciclá-lo.

      A comunicação existe e o leitor aqui está.
      Cabe a cada um a tarefa de optar.
      Abrir um livro ou o deixá-lo onde está.
      Navegar na internet ou ou deixá-la pra lá.

      Ligar pra alguém ou  passar a ignorar.
      Ler o jornal ou jamais se informar.
      Sorrir, abraçar, dar as mãos, amar,
      Ler a qualquer hora e em qualquer lugar.

      Fátima Baumgartner
      Ver mais
      Fátima Baumgärtner
    • Amigos, neste grupo aceita-se verso, prosa e imagens relevantes, referentes ao tema.
      Indicações de livros e atividades ligadas ao incentivo à leitura

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Deixe um comentário

    POSTAGENS

    Digite o assunto da sua pesquisa

    Siga nosso blog!

    Alguns dos blogs que sigo

    CLIC RBS

    clicRBS

    Últimas notícias

    Carregando...

    Postagens mais acessadas

    Você é muito especial!

    Ocorreu um erro neste gadget

    Mapa do local

    ALFABETO DO TANGRAM