21 de outubro de 2009

IMPORTÂNCIA DA LEITURA

Paula Eduarda * Duda * Visita sala de aula da profª Fátima em 2004
Projeto "COMUNICAR É APRENDER"
http://www.youtube.com/watch?v=PSzt7q7w0ek

UM LIVRO POR DIA - Incentivo à leitura http://www.youtube.com/watch?v=NukzX3NCFmY

Hino Nacional Brasileiro em Lyric - Paula Eduarda (10 anos) - Rio 2016
allowfullscreen="true" width="425" height="344">
http://www.jornalsaladeaula.jex.com.br/pesquisas/criancas+-+homenagem+a+duda

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA

Resumo

Aborda questões referentes ao papel do professor mediador de Leitura e Pesquisa na escola. Destaca a necessidade de organizar coletivamente um planejamento que integre as disciplinas, incorporando-o ao currículo escolar no P.P.P. da escola. Constata que as atividades da biblioteca escolar devem focalizar o processo pedagógico. Prioriza a importância de dinamizar as práticas de leitura e organizar o ambiente da biblioteca, tornando-o interativo.

Palavras-chave: Biblioteca escolar; Leitura; Processo pedagógico; Mediação; Escola – Biblioteca.


INTRODUÇÃO

É função da escola, supervisionar as atividades desenvolvidas pelos profissionais. O professor mediador na biblioteca deve trabalhar com os professores e alunos e não para eles. Para tanto há que haver planejamento coletivo entre o mediador e demais profissionais que farão uso da biblioteca durante todo o ano letivo.
Os leitores que vão à biblioteca, se motivados, irão frequentá-la utilizando os recursos necessários para realizar atividades que lhe são de direito. Só assim,o prazer de ler e o sentido da pesquisa passa a existir. A forma de integrar as disciplinas deve ser dinâmica e incorporada ao currículo escolar garantida no P.P.P. da escola.

Atribuições do mediador de leitura e pesquisa:

- participar do desenvolvimento de uma educação de qualidade, planejando coletivamente as atividades curriculares.
- fazer da biblioteca um local atraente, de modo a que os leitores, sintam prazer em frequentá-la;
- estimular os alunos, lendo para eles e realizando dinâmicas de leitura;
- Demonstrar aos educadores que a biblioteca da escola existe como um espaço pedagógico de educação continuada;
- proporcionar momentos de debates que permitam ao aluno expressar suas idéias, questionar, tornando-se um leitor crítico;
- oferecer subsídios que promovam a apreciação literária, bem como a disseminação do conhecimento;
- favorecer o contato entre alunos das demais escolas.

REFERENCIAS

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo:
Lafore. 1989.
FAZENDA, Ivani Catarina. Prática interdisciplinar na escola. São Paulo:
Cortez, 1992.
FREIRE, Paulo. A importância do ato ler. São Paulo: Cortez, 1984.
GUERRA, Rosangela. Uma Bibliotecária assume seu papel de Educadora.
Revista Escola, São Paulo:58, p.28-9, jun. 1992.
MARTÍNEZ, Lucila; CALVI, Gian . Biblioteca & Escola Criativa: estratégias
para uma gerência renovadora das bibliotecas públicas e escolares.
Petrópolis: Autores & Agentes & Associados,1994.
_______________________

Maria de Fátima M. Baumgärtner
Profª Mediadora de Leitura e Pesquisa

DIREITOS DA CRIANÇA
Maria de Fátima M. Baumgärtner

O nome de cada criança
É a sua identidade
Tem também o sobrenome
Importante de verdade

A brincadeira faz parte
Da vida de toda criança
Brincar é uma arte
Que gera a confiança

Se a criança está doente
Deve receber cuidados
Ela merece tão somente
Seus direitos respeitados

Uma família unida
Que lhe dê muita atenção
E que jamais duvida
Do carinho e proteção

Um comentário:

  1. Professora Fátima
    É com muita satisfação que verifiquei que você acompanha nosso trabalho, e assim farei também. Ser Professor é a arte de educar. Durante vários anos tralhei como professor de História, Sociologia e Filosofia e me orgulho muito disso.
    Educar é tudo, mas sempre ensinava aos meus alunos, que sempre deveriam pesquisar e não aceitar tudo pronto conforme o professor explica. Dizia isso, pois não somos o detentor absoluto do conhecimento, apenas repassamos o que apreendemos e nossa experiência. Ensinava aos meus alunos como exemplo, que o Universo não é infinito, como aprendi e creio que todos. O universo é finito sim...teria que explicar muito, em poucas palavras, mas o que é infinito é aquilo que está fora do universo, ou seja: O NADA...e a vai longe. Por isso “O que é a verdade?..a verdade é aquilo que aprendemos, mas nem sempre aquilo que nos foi ensinado é a verdade”...é simples pois repassamos o que nos foi ensinado, pelos nossos primeiros mestres, nossos pais, e pessoas próximas. Já estou me estendendo muito...é sempre assim
    Também tenho uma vasta lista de atividades, com jornais,TVs e Rádios...escrevo para três o Santa Catarina que já tenho 255 publicações, e o GARCIA que escrevo mensalmente e o Folha de Blumenau que escrevo semanalmente na coluna de esportes. Trabalhei também 25 anos na Artex setor de Recursos Humanos.Diversos trabalhos comunitários, do que mais me orgulho, é fazer parte da comissão pró construção do AGG- Ambulatório Geral do Garcia, sem nossa participação, sem essa comissão presidida por Carlos A. Salles de Oliveira, este AGG, não existiria, te garanto isso.Faço parte de vários institutos de História e Geografia.
    .Parabéns pelo seu trabalho.
    Adalberto Day cientista social e pesquisador.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário

POSTAGENS

Digite o assunto da sua pesquisa

Siga nosso blog!

Alguns dos blogs que sigo

CLIC RBS

clicRBS

Últimas notícias

Carregando...

Postagens mais acessadas

Você é muito especial!

Ocorreu um erro neste gadget

Mapa do local

ALFABETO DO TANGRAM